quarta-feira, 21 de abril de 2010

Primeira vez...

Depois de um mês juntos, eu e o Ale, resolvemos aprofundar mais o nosso relacionamento, já que nos encontrávamos diariamente.
Eu, toda romântica, resolvi decorar meu quarto. Enchi o quarto com velas vermelhas, comprei um saco de corações em papel vermelho e espalhei pelo chão, parecia um quarto desses que aparece nas novelas, estava lindo.
A Flá e a Mari iam para uma festa, e não tinha previsão de retorno. Simplesmente perfeito!
Liguei para o Ale cedo, avisei que queria vê-lo antes a festa, para ele passar lá em casa. Ele concordou, e marcamos para as 20h.
E a expectativa aumentando cada vez que o ponteiro se mexia.

19h55min... Tudo pronto, velas acessas...

20h00min... Já estava na janela...

20h10min... E nada dele chegar...

20h20min... Liguei no celular dele, mas ele não atendeu...

20h30min... Já estava desistindo, quando tocou o meu telefone, e era a Flávia dizendo que o Ale tinha chegado à festa naquele exato momento.

MEU MUNDO CAIU... Poxa, tinha combinado e ele não apareceu. Podia ao menos ter ligado.
Decidi então não ir à festa, apaguei as velas, limpei meu quarto, joguei tudo fora, lógico, e fui dormir.

No sábado pela manhã, meu telefone tinha umas 50 chamadas dele, eu não retornei nenhuma. E logo ele apareceu no meu prédio, pedi para as meninas mentirem dizendo que fui ver meus pais e que só retornaria na segunda-feira para as aulas.
Ele continuou ligando. No domingo já tinha mais de 230 ligações e mensagens dele.
Acho que ele começou a se dar conta do que estava acontecendo.
Eu fiquei muito chateada com ele, mas como não namorávamos, não podia cobrar nada dele, logo, o mesmo acontecia com ele.
Na segunda-feira, entrei na sala conversando com a Flávia bem animada e nem olhei pro lado, ele estava vindo em minha direção quando o sinal tocou e a aula começou. Eu pedi para o professor para sair da sala mais cedo, inventei a desculpa de que tinha que ir à biblioteca me encontrar com o Prof. Robson que ia me ajudar numas duvidas, e fui pra casa.
A Flávia quando chegou, disse que ele ficou sem ação nenhuma a me ver saindo.
Nessa noite, ele apareceu novamente, e ficou na porta do apartamento, quando cheguei pra espiar, ele disse que só sairia dali quando eu conversasse com ele.
Resolvi deixá-lo entrar... E começamos a conversar...

5 comentários:

sharisflips disse...

ESse cara é gay '-'

Luana Farias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luana Farias disse...

Oi vi seu blog em uma comunidade sobre blogs e adorei!!

Quer fazer parceria?? Meu blog é http://www.partesdeumdiario.blogspot.com/

bjs

Fefah disse...

nossa! e como foi a conversa? *-*
seguindo.
;*

Taaah disse...

Oii ...
me seguee?
Começandoo agora no BLOOG...
See gosta DIVULGA ;D

Beijooos.! ;*

Postar um comentário